Quarta noite da Semana Acadêmica apresentou tendências na área da publicidade

A live com Bruno Barella, egresso do curso de Publicidade e Propaganda da Universidade de Caxias do Sul e empreendedor, encerrou a Semana Acadêmica da Comunicação 2022. Com o tema ‘’Comportamento & Mensagem: Os Novos Anos 20’’, ele falou sobre o mercado publicitário e os impactos pós-pandemia.

Bruno fez uma breve apresentação sobre sua vida pessoal e profissional, onde atuou na área do Marketing em pelo menos oito empresas brasileiras, entre os anos de 2009 e 2021. E, no ano passado, abriu sua própria pizzaria. Também exibiu cases de trabalhos realizados para grandes empresas, como Vivo, Itaú, Budweiser, entre outras.

Parte do portfólio feito por Barella para grandes marcas brasileiras

Sobre o meio publicitário, Barella fez um paralelo utilizando os termos “onde estamos” abordando os momentos dentro do contexto pandêmico, como o meio do figital (junção do meio físico e digital); consumo de conteúdo devido ao crescimento e surgimento de marcas dentro das mídias; os novos ambientes de trabalho; convivência e disponibilidade para as novas experiências agendadas; e “para onde vamos”, comentando sobre o impacto dessas mudanças em todas as gerações, desde a geração “baby boomer (1940-1959)” até “geração Z (1995-atual)”. Ele também falou sobre a Pandemic Gen, nova geração que prefere ouvir a verdade, que não acredita em mentiras e que quer ter espaço para dar voz a determinados assuntos e se desprender de padrões impostos pela sociedade. 

E para quem quer se destacar dentro do meio publicitário, Barella aconselha buscar a verdade do consumidor aliada à verdade da marca/cliente. Neste sentido, ele mostrou como se faz um bom e direto diálogo com o público por meio de campanhas de grandes marcas, como Nike, Amstel, Always, possibilitando, assim, reflexão sobre temas como o racismo, a liberdade de escolhas e a valorização da mulher. 

 Campanha da cerveja holandesa Amstel

E sobre a criação da própria pizzaria no ano passado, a ‘’Al Cinema Cozinha”, Bruno diz que nada mais é que ter uma experiência de comer e apreciar uma boa pizza enquanto assiste a um filme. Ele conta que gostava muito de fazer suas próprias pizzas em casa, onde foi evoluindo até que começou a investir nessa “brincadeira’’. Vários amigos dele provaram as pizzas e ainda o incentivaram a ir além usando suas habilidades como publicitário. Uma prova de que comunicação e gastronomia podem fazer uma bela parceria!

Deixe um comentário